Aumento de casos de AIDS no Brasil e alerta de casos de resistência do vírus, coincidência?

Segundo dados recentes divulgados nesta quinta-feira (dia 20/07/2017) pela UNAids, órgão das Nações Unidas, foi registrada uma diminuição de 11% nos casos de AIDS no mundo, enquanto que no Brasil houve uma aumento de 3%, entre 2010 e 2016. Passando de 47 mil para 48 mil casos.

Paralelamente, a OMS (Organização Mundial da Saúde), também nesta quinta-feira, divulgou um relatório com base em estudos mostrando evidências da resistência do vírus ao tratamento antirretroviral.

Foram destacados no relatório 11 países da África, Ásia e América Latina. No Brasil foram reportados até o momento 1391 casos.

A respeito do aumento de casos de AIDS no Brasil, o Ministério da Saúde disse que o aumento da população e sua quantidade podem ter distorcido os dados, apesar de não ter sido apresentada nenhuma referência que corrobore para este discurso, transparecendo mais uma suposição.

Independente de ser questionável ou não o parecer do Ministério da Saúde, o tratamento e o combate ao vírus HIV sempre será de grande preocupação para a saúde pública mundial.

Arrisco dizer sob meu prisma de visão a respeito especificamente do Brasil, que estamos longe de uma educação adequada que previna de forma segura a saúde pública.

Estamos vivendo uma reviravolta política e apelo moral, onde uma geração de pessoas levantam a “libertação da sexualidade” como bandeira política. Isso claro, mascarado com um discurso vitimista em busca de “direitos”.

Ao mesmo tempo, a geração antiga que ainda guarda o pouco que restou do respeito mútuo e bom senso, é obrigada a criar seus filhos sob um ambiente completamente contaminado por essa “libertação”. A música, por exemplo, serve como ferramenta para objetificar corpos (ex: funk). A figura da família vem sendo cada vez mais distorcida e banalizada através de programas de TV e novelas.

Esse é o resultado de anos de deseducação nas escolas públicas e da disseminação da burrice generalizada. A essência do ser brasileiro de ‘deixar a vida levar’ passou de uma brincadeira e agora impera no viver.

Criou-se uma grande massa de manobra e será difícil combatê-la nas próximas décadas.

Citações:

https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/estado/2017/07/20/casos-de-aids-aumentam-3-no-brasil-alerta-onu.htm

http://g1.globo.com/bemestar/noticia/oms-alerta-para-alta-nos-casos-de-resistencia-do-hiv.ghtml

Advertisements

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s